Celulares – por engano – adiantam os relógios em uma hora, mesmo sem horário de verão

Por Samara Matos, na redação

No início da madrugada de domingo (3), diversos dispositivos eletrônicos adiantaram automaticamente o relógio em uma hora, mesmo o país não tendo adotado o Horário de Verão neste ano, extinto pelo presidente Jair Bolsonaro no início do ano.

Usuários de telefonia com sistema Android e IOS reclamaram da confusão feita com os horários. A data do ocorrido coincide com o início do horário de verão em 2018.
A atualização é realizada de acordo com Banco de Dados Global da Iana (Autoridade para Atribuição de Números de Internet, na sigla em inglês), usado pelos dispositivos eletrônicos. O problema já era previsto.

Em comunicado em blog, o Google explicou que “todas essas modificações impactam diretamente no Banco de Dados Global da IANA, que é utilizado por smartphones e dispositivos eletrônicos para garantir que você esteja sempre na hora certa, onde quer que esteja. Na prática, isso significa que alguns celulares possivelmente não tenham a informação necessária para evitar que o relógio dos aparelhos seja alterado automaticamente, como se o horário de verão ainda estivesse valendo”, diz.

HORÁRIO DE VERÃO

Criado com o objetivo de economizar energia e aproveitar o maior período de luz solar durante os meses mais quentes do ano, o horário de verão foi adotado no Brasil pela primeira vez em 1931 e implementada em caráter permanente a partir de 1985 e começaria no primeiro domingo do mês de novembro de cada ano, até o terceiro domingo do mês de fevereiro do ano seguinte, em parte do território nacional. Só haveria mudança em ano que houvesse coincidência entre o domingo previsto para o término da hora de verão e o domingo de carnaval.

Print Friendly, PDF & Email

Deixe um Comentário

Seu e-mail não será publicado.